sábado, 22 de dezembro de 2012

VOCÊ É UM CRISTÃO OU UM RELIGIOSO?



Ontem dois colegas de trabalho me convidaram para irmos tomar um lanche juntos reunirmos para um bate papo quando cheguei ao local combinado uma colega me disse nossa pensei que você e sua esposa  não fosse  assim  tão soltos  referindo se por nós sermos Cristãos muitas pessoas acham que ser crente é levar uma vida monótona , que os ( crentes não podem ir a lugar algum a não ser a igreja )porem na verdade os verdadeiros Cristãos podem tudo e são livres para fazerem suas escolhas  esta imagem que o povo tem dos evangélicos é resultado do comportamento de certos irmãos que acham que só podem ter convívio social com crentes  e fazem do evangelho um clube fechado ou uma religião  me lembro que por diversas vezes Jesus foi criticado pelos Anciões( lideres religiosos  da época )por conversar e ate jantar com os que não partilhavam do mesmo grupo sócio religioso que eles.
Porem a missão de Jesus foi e é ainda hoje transformar vidas mostrar ao homem que com a força que vem do Pai podemos vencer o mundo e tudo que nele existe de mal .
 Agora eu vos pergunto como é que podemos mostrar aos que ainda não conhecem o evangelho  o projeto de Deus para a humanidade se não tivermos convívio com eles  quando aquela moça me disse que tinha se surpreendido com nosso comportamento  em relação ao convite vi que precisamos nos mostrar mais a eles e deixar que eles vejam a alegria que vem de Deus , fiquei muito feliz quando ela disse ao casal que nos acompanhava olha que legal a vida do João e da sua esposa você deve se acertar  com a sua e quem sabe em breve estaremos reunidos novamente em três famílias conversando isso porque o casal estava passando por problemas  . Vi ali que minha vida Cristã serviu de exemplo para alguém  e isso é muito bom . Precisamos mostrar a todos que ser Cristão  é ser livres ser verdadeiramente livres e felizes. Tudo que Deus fez foi para que o homem tenha felicidade e prazer de viver  como podemos ver nos versos abaixo :
Livro de Gênesis:
2.4-9
4 Eis as origens dos céus e da terra, quando foram criados. No dia em que o Senhor Deus fez a terra e os céus
5 não havia ainda nenhuma planta do campo na terra, pois nenhuma erva do campo tinha ainda brotado; porque o Senhor Deus não tinha feito chover sobre a terra, nem havia homem para lavrar a terra.
6 Um vapor, porém, subia da terra, e regava toda a face da terra.
7 E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente.
8 Então plantou o Senhor Deus um jardim, da banda do oriente, no Éden; e pôs ali o homem que tinha formado.
9 E o Senhor Deus fez brotar da terra toda qualidade de árvores agradáveis à vista e boas para comida, bem como a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal.”
Gênesis 2.16-17
16 Ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente;
17 mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”.
1Jo 5.19 "Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno."
Gênesis 3.17-19
17 E ao homem disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida.
18 Ela te produzirá espinhos e abrolhos; e comerás das ervas do campo.
19 Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás.” Nesta noite até me lembrei dos textos do livro: Entendendo a lei da semeadura. Pr. Claudiney Duarte. Onde esta escrito que

a semente da rebelião contra Deus plantada pela serpente no coração do primeiro casal ainda no éden trouxe ao homem consequências eternas  se ele não se arrepender mas.
Deus concedeu-lhe a graça do livre-arbítrio.
Esta graça, para o homem caído é apenas um reflexo embaçado da capacidade de alguém verdadeiramente livre. Só pode verdadeiramente dizer que é livre, aquele que em Cristo, sujeitar-se a direção do Espírito Santo. João 8.34-36
Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado.
Ora, o escravo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre.
Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”
João 16.13ª
Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade;”
João 8.32
e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”
JOÃO 14.6
Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”
1 João 3.9
Aquele que é nascido de Deus não vive pecando; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus.”
1 Pedro 1.23
tendo renascido, não de semente corruptível, mas de incorruptível, pela palavra de Deus, a qual vive e permanece.”
Você quer semear bens duradouros para toda a eternidade? Comece trocando a semente que domina a tua vida. Receba a divina semente em teu coração, abandone a semente da rebeldia e as bases serão firmes para construir a tua vida.
A verdadeira libertação é esta.
A restituição da liberdade de domínio, de escolha.
Quem serve a Cristo, não é mais escravo, mas um servo que voluntariamente e por amor, se sujeita ao seu Senhor.
Os escravos da imoralidade, da prostituição, dos vícios, das religiões, dos dogmas, das teorias e vãs filosofias muitas vezes pensam conhecer a liberdade e se expressam aos verdadeiros cristãos dizendo:
Você não pode fazer isso ou aquilo...
Mas a resposta de pessoas verdadeiramente livres deve ser:
Eu posso não fazer, posso não ir, posso não usar, posso não querer.
Mas será que você pode não ir, não usar, não querer?
Pessoas presas nos vícios não são senhoras de si.
Aí eu pergunto:
Como pode um homem de 1,80m, 80 kg, ser dominado por 1gr de cocaína, 5gr de nicotina ou 100 ml de álcool, de maneira que não esteja mais no controle de sua vida.
Isso é liberdade? Responda francamente! Entendendo a lei da semeadura.Fonte:Livro: Entendendo a lei da semeadura. Pr. Claudiney Duarte. http://comunicandovida.org/entendendo%20a%20lei%20da%20semeadura.pdf