sábado, 13 de maio de 2017

REFLEXÃO SOBRE ROMANOS 7:24 "MISERÁVEL HOMEM QUE SOU. QUEM ME LIVRARÁ DO CORPO DESTA MORTE?"



REFLEXÃO SOBRE ROMANOS 7:24 "MISERÁVEL HOMEM QUE SOU. QUEM ME LIVRARÁ DO CORPO DESTA MORTE?"

Ao lermos este versículo temos que buscar compreender todo o seu contesto e saber identificar o sentido real da mensagem.

Pois no contrário podemos interpretar equivocadamente muitas vezes ouço irmãos citar esse versículo dizendo que a carne é fraca como se nós Cristãos estivéssemos vivendo na escravidão do pecado, e isso acaba contradizendo as próprias palavras de Paulo narradas em: Efésios 2:1,7

E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados,
Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência;

Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.

Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,
Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)

E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;
Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus.

Precisamos nos perguntar o que é essa lamentável situação que Paulo está descrevendo em Romanos 7?

 A quem ele está se referindo?

 Porque ele está usando está passagem como se estive a aplicando para si próprio?

Por que ele está falando no presente como se fosse algo que está acontecendo agora?

 E para responder estas perguntas nós precisamos ler o contexto das frases acima, todo Romanos 7.
Examinando cuidadosamente, Romanos 7 mostra que seu tema principal é a lei e com o objetivo de mostrar que era impossível para alguém que tinha apenas a natureza pecadora de Adão cumprir esta lei.

 Para dizer isso, Paulo está usando a primeira pessoa do singular no presente figurativamente, não literalmente.

Mesmo que pareça que ele se referindo de si mesmo, ele faz isso apenas no sentido figurado, colocando a si mesmo na posição daqueles a quem essas coisas eram diretamente aplicáveis.

Para deixar claro este ponto vamos ver os versos 7-9 de Romanos 7:
“Que diremos pois? É a lei do pecado? De modo nenhum: mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás.
 Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, obrou em mim toda a concupiscência: porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri. ”

Paulo não estava vivo na época em que não se tinha lei, mas, ele figurativamente colocou si mesmo na posição das pessoas que estavam vivas dizendo “Eu vivia”.
Note que também na próxima parte da passagem ele diz: “Mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri. ”
Sabemos que o mandamento veio com Moisés e Paulo não estava vivo ainda.
Este fato deixa claro que naquela narrativa ele estava usando a si mesmo de forma figurativa.
 O mesmo padrão podemos observar em todo o capitulo 7 de Romanos.
Paulo se usa e muitas vezes o presente para descrever que era uma situação do PASSADO.
A razão pela qual ele fez isso é fazer a situação mais vívida e o contraste com a situação descrita em Romanos 8 deixando ainda mais clara.
 Seu objetivo principal em Romanos 7 é mostrar que sem Jesus Cristo embora essa lei fosse boa, santa e justa era impossível ser cumprida por pessoas que tinha apenas suas naturezas pecaminosas e carnais.

Sendo assim podemos concluir que nós não somos escravos, do pecado.
Com Jesus Cristo em nosso viver não estamos mais “submissos ao pecado”.
Pois  Cristo nosso salvador, veio, deu a si mesmo como  sacrifício e nos fez livres do pecado de uma vez por todas .
Portanto,sendo nascidos de novo   Glorifiquemos o nosso Senhor  que  nos deu seu filho para , nos libertar desta terrível situação .
Lembrando que embora nós estivemos uma vez “mortos em ofensas e pecados.Jesus nos faz novas Criaturas como vemos em:
Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.
Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.
Romanos 5:18,19

Que o Espirito Santo possa falar melhor em vossos corações.
JCB 13-05-2017